Rupturas de sentidos na fotografia da teleficção brasileira

Autores/as

  • Adriana Pierre Coca Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Brasil

Resumen

A reflexão trata das reconfigurações de sentidos em relação à fotografia na obra televisual do autor e diretor Luiz Fernando Carvalho, durante o período em que ele produziu para a TV Globo, emissora hegemônica na área no Brasil. Os pressupostos teóricos são, principalmente, a Semiótica da Cultura, a partir de Lotman (1996). Lotman é importante para se pensar como se dão as rupturas de sentidos e a reconfiguração dos códigos da linguagem para além dos referenciais do audiovisual, que neste artigo são pautados em Balan (1997) e Machado (2011a; 2011b). O objetivo é compreender como essas narrativas ficcionais provocam rupturas em relação às regularidades da fotografia canônica na televisão. A metodologia principal foi a análise e a descrição de cenas. Conclui-se que os aspectos observados propõem a desconstrução de convenções dramaticamente assimiladas, assim como a atualização no modo do saber-fazer da fotografia na teledramaturgia da TV aberta brasileira.

Palavras-chave: televisão, teleficção, fotografia, iluminação, TV brasileira, rupturas de sentidos.

Resumen: Este artículo se enfoca en las reconfiguraciones de sentido resultantes de la fotografía en la obra televisiva del autor y director Luiz Fernando Carvalho, durante su período en TV Globo, emisora hegemónica en Brasil. El aparato teórico se basa en la semiótica de la cultura, partiendo de Lotman (1996), e incluye las rupturas de sentidos, así como la reconfiguración de los códigos del lenguaje y los referenciales del audiovisual pautados en Balan (1997) y Machado (2011a; 2011b). La metodología del análisis y la descripción de escenas tiene como objetivo comprender cómo estas narraciones ficcionales provocan rupturas en términos de las regularidades de la fotografía canónica en la televisión. Se concluye que los aspectos observados proponen la dramática deconstrucción de las convenciones asimiladas, así como actualizan el modo del saber hacer de la fotografía en la tele-dramaturgia de la TV abierta brasileña.

Palabras clave: televisión, ficción serie, fotografía, iluminación, tv brasileña, rupturas de sentidos.

Abstract: This article focuses on the reconfiguration of meanings that arises from author and director Luiz Fernando Carvalho’s photography during the period he worked for TV Globo, a hegemonic broadcasting company in Brazil. The theoretical framework is based on Lotman’s Semiotics of Culture (1996), complemented by the rupture of meaning and the reconfiguration of language codes and audiovisual references posited by Balan (1997) and Machado (2011a; 2011b). The analysis and description of scenes aims at understanding the way fictional narratives allow for ruptures in the conventions of canonical photography in television. We conclude that the aspects under consideration allow for positing the deconstruction of conventions dramatically assimilated, as well as updating the understanding of the impact of photography in Brazilian open TV.

Key words: television, telefiction, photography, lighting, Brazilian television, ruptures of meanings.

Fecha de recepción: 21/02/2018

Fecha de aceptación: 07/07/2018

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Biografía del autor/a

Adriana Pierre Coca, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Brasil

Doutora em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mestra em Comunicação e Linguagens pela Universidade Tuiuti do Paraná (UTP). Especialista em Teoria e Técnicas da Comunicação pela Fundação Cásper Líbero. Graduada em Rádio e TV pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Tem experiência em telejornalismo, direção e produção de TV. Trabalhou na TV Cultura de São Paulo e no SBT. Foi professora adjunta da Universidade Positivo em Curitiba. Integra os grupos de pesquisa GPESC – Semiótica e Culturas da Comunicação (UFRGS) e Núcleo de Pesquisa em Ficção Seriada Televisiva da Universidade Federal de Goiás (UFG). Autora do livro Tecendo rupturas: o processo da recriação televisual de Dom Casmurro (Tríbia, 2015). Atua principalmente nas pesquisas sobre os aspectos teóricos e metodológicos das rupturas de sentidos na teledramaturgia brasileira contemporânea pelo viés da Semiótica da Cultura. E-mail: pierrecoca@hotmail.com

Descargas

Publicado

2021-12-12

Cómo citar

Coca, A. P. (2021). Rupturas de sentidos na fotografia da teleficção brasileira. Imagofagia, (18), 34–53. Recuperado a partir de http://www.asaeca.org/imagofagia/index.php/imagofagia/article/view/169

Número

Sección

Presentes